Invistta

5 Maneiras de superar a procrastinação

PUBLICIDADE CONTINUE LENDO ABAIXO

Nem mesmo as pessoas mais diligentes e perseverantes escapam da procrastinação.

Todos nós já tivemos momentos de preguiça, e até mesmo aqueles dias que deixamos tudo para depois.

PUBLICIDADE CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas quando temos algumas metas e objetivos para conquistar, essa procrastinação pode atrasar nossos resultados.

No entanto, é necessário dominar esse tipo de atitude, e distinguir as circunstâncias que atrasam sua caminhada. Veja alguma dicas bacanas para conseguir alcançar seu objetivo:

Portanto, para que aprenda a domar essa atitude e consiga seguir sua vida sem atrasos, confira algumas dicas a seguir.

PUBLICIDADE CONTINUE LENDO ABAIXO

Conheça os motivos da procrastinação

Toda vez que você se pegar pensando em coisas como “Eu vou fazer isso mais tarde”, pare e pergunte a si mesmo “Por que eu não faço isso agora?”.

Faça isso por uma semana e sem dúvida, você começará a ver a procrastinação indo embora.

 

PUBLICIDADE CONTINUE LENDO ABAIXO

Timothy Pychyl, autor de “Solving the Procrastination Puzzle”, aborda uma lista com os principais motivos de uma procrastinação.

Nós procrastinamos, quando consideramos uma atividade como:

  • Chata;
  • Difícil;
  • Frustrante;
  • Fútil ou sem relevância pessoal;
  • Sem recompensas intrínsecas (ou seja, não é divertido ou envolvente).

Uma vez que você saiba os motivos de sua procrastinação, será possível que os aborde.

Podemos exemplificar da seguinte maneira: caso um ofício não tenha significado pessoal ou restituição individual, é importante que crie um vínculo de prazer e sinta-se motivado para realizá-lo com vigor.

Basta começar

Você não tem que estar no clima para fazer uma tarefa chata, somente comece a realizar.

É como aquele velho conselho sobre fazer uma corrida: basta amarrar seus sapatos e comprometer-se no percurso por dez minutos.

Veja também:  5 Itens para cortar e aliviar seu orçamento mensal!

Se depois de dez minutos, você ainda quiser parar, você pode. Mas na maioria das vezes, depois de superar sua relutância inicial, provavelmente vai querer continuar correndo.

Então, nem que leve cinco minutos para que pegue impulso, suporte a preguiça e comece as suas tarefas difíceis ou chatas. Depois desses minutos, ninguém sabe para onde a atividade poderá te levar.

Pense no seu futuro

Hal Hershfield indagou o porquê que muitas vezes não encaram seus futuros, e a resposta é por os visarem como algo desconhecido.

Ou seja, podemos adiar alguma ação porque não é mais o nosso problema, é o problema do nosso “eu futuro”.

E por estarmos no presente, acabamos nos importando somente com esse tempo, deixando então atitudes ou atividades para depois, já que a responsabilidade é do amanhã.

Enfrente o mundo real, pois suas ações estão sempre  definindo o futuro constantemente, e não conseguirá dar conta de todos, assim que se deparar com eles.

Enfrente a o mundo real, pois se suas ações são empurradas para o futuro constantemente, você não poderá dar conta de todos, assim que se deparar com eles.

Então, resolva já essa falta de visualização e importância de seu depois, pensando nele e o relevando sempre.

Defina um limite de tempo para sua tarefa

Caso tenha que ocupar bastante seu tempo para realizar uma tarefa complexa e teme muito por isso, disponha-se de um momento para focar na sua obrigação.

Dessa forma, em vez de pensar: “Isso vai levar pelo menos duas horas” (o que faz com que a tarefa seja assustadora), você saberá que pode realizá-la em menos tempo.

Outra opção para aliviar a tensão de realizar a atividade chata e duradoura, é dividi-la durante a semana.

Veja também:  Empréstimo Caixa → Negativados no SPC e Serasa

Experiente também a técnica “Pomodoro”, que divide o tempo de sua tarefa e determina um intervalo de 5 a 10 minutos entre os horários. Isso geralmente funciona com os estudos.

Não se culpe

A pior parte da procrastinação é o seu impacto na autoestima. Depois de ter procrastinado, não se culpe, tente desenhar uma linha e siga em frente.

Use a situação para obter insights que possam ajudá-lo a ser mais produtivo no futuro. Para que reduza a probabilidade de atrair mais procrastinações, coloque a sua ação procrastinadora mais recente no passado.

 

Pychyl analisou um grupo de estudantes em torno de dois exames intercalares, observando em como o auto perdão pelo resultado da primeira prova, influencia nos resultados da segunda.

E adivinha? Os alunos que conseguiram receber um feedback de suas ações pessoais, isto é, conseguiram enxergar suas falhas, relativamente não procrastinaram para a realização do segundo exame.

Portanto, nunca se lamente por uma atitude procrastinadora, ao contrário, levante a cabeça e a supere.


Disclaimer

A Invistta não oferece nenhuma garantia sobre a integridade, confiabilidade e precisão dessas informações, por isso, não nos responsabilizamos por suas ações tomadas a partir das informações contidas neste website.

Nosso site tem como objetivo apenas a entrega de informação e dicas que podem te auxiliar financeiramente. A Invistta não será responsável por quaisquer perdas e / ou danos relacionados com o uso de nosso website.

Esteja ciente também de que, quando você sai do nosso site, outros sites podem ter políticas e termos de privacidade diferentes que estão além do nosso controle, por isso, certifique-se nos respectivos.

PUBLICIDADE CONTINUE LENDO ABAIXO